(11) 95350-0016
(11) 2950-2119
(11) 98555-4281
(11) 96079-3133
(11) 94891-3910
/institutothem
 
 

CURSOS 2019

Instituições habilitadas para cursos

Segundo o Provimento CSM nº 2288/2015, a capacitação de conciliadores e mediadores judiciais será realizada por entidades públicas e privadas habilitadas pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), nos moldes definidos na Resolução nº 6 da ENFAM, de 21/11/2016 e alterado pela Resolução nº 3 da ENFAM de 7/6/2017.

 

Curso de Capacitação de Conciliadores e Mediadores em Meios Consensuais de Resolução de Conflitos
Conteúdo Programático/ Estrutura Curricular

 

 COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E OPTATIVOS
( Itens.5.1. 1.5.2; 1.5.3)

 CARGA HORÁRIA

MÓDULO I

Panorama histórico
Modelos consensuais de solução de conflitos. Deontologia do Mediador, Psicologia e tratamento das pessoas com relação aos aspectos da ética, do humanismo e da espiritualidade.
Ética de conciliadores e mediadores     
O terceiro facilitador: Funções, postura, atribuições, limites de atuação, imparcialidade X neutralidade, ética. Código de Ética, remuneração e supervisão.

Legislação brasileira.
Projetos de lei, lei dos juizados especiais, Res. CNJ 125/2010.
Novo Código de PROCESSO Civil e lei da Mediação.
Política Pública de Tratamento Adequado de Conflitos.. 
Princípios constitucionais:
Princípio de acesso à justiça e pacificação social;
Importancia da Capacitação;
Mudança de mentalidade: papel do CNJ, Tribunais e instituições públicas e privadas.
Métodos Alternativos de Solução de Conflitos (MASCs)
Histórico. Panaorama Nacional e Internacional. Cultura de Paz;
Noções Gerais e diferenciação entre os principais métodos de resolução de conflitos
Diferenças e semelhanças entre Mediação e Conciliação.

 

1 h/a

 

 

 

3h/a

Teoria da Comunicação/Teoria dos Jogos
Aportes à teoria da Comunicação
Comunicação verbal e não verbal
Axiomas da Comunicação.
Escuta Ativa.
Comunicação nas Pautas de interação e no estudo do inter-relacionamento humano: aspectos sociológicos (ilusórios imaginários, paradigmas e preconceitos) e aspectos psicológicos (identidade, interesses, necessidades, inter-relações e contrato psicossocial tácito: inter-relações pessoais, profissionais e sociais).

 

 

4h/a

Teoria da Comunicação/ Teoria dos Jogos ( continuação)
Aportes à teoria da Comunicação
Moderna Teoria dos Conflitos: Conceito e estrutura. Aspectos objetivos e subjetivos. Formas de resolução de conflitos adversariais e não adversariais
Aportes da teoria dos Conflitos à mediação

 

4 h/a

 

TOTAL DE HORAS/AULAS DO MÓDULO I

 

 

12 h/a

 MÓDULO II

Negociação.
Conceito. Integração e distribuição do valor das negociações. Técnicas básicas de negociação (a barganha de posições; a separação de pessoas de problemas; concentração em interesses).
Técnicas intermediárias de negociação (estratégias de estabelecimento de rapport; transformação de adversários em parceiros; comunicação efetiva).

Conciliação 
Conceito e filosofia.
Conciliação ou mediação?

 

2 h/a

 

2 h/a

Conciliação (continuação)
Conciliação judicial e extrajudicial.
Técnicas (recontextualização, identificação das propostas implícitas, afago, escuta ativa, espelhamento, produção de opção)  acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade).

Conciliação e suas técnicas (Início)
Etapas (planejamento da sessão, apresentação ou abertura, esclarecimentos ou investigação das propostas das partes, criação de opções, escolha da opção, lavratura do acordo).

 

3 h/a

 

1h/a

Conciliação e suas técnicas (continuação)
Técnicas (acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade).

Interlocução baseada nos temas de paradigmas e conflito a partir do filme Casa de Areia e Névoa como atividade da Tarefa à Distância.

 

2h/a

2h/a

Finalização da Conciliação
Formalização do acordo. Dados essenciais do termo de conciliação (qualificação das partes, número de identificação, natureza do conflito).
Redação do acordo: requisitos mínimos de exequibilidade.
Encaminhamentos e estatística.

O papel do conciliador/mediador e sua relação com os envolvidos no processo de conciliação.
Os operadores do direito (o magistrado, o promotor, o advogado o defensor público,   entre outros ) e a mediação.

 

2h/a

 

2h/a

O papel do conciliador e sua relação com os envolvidos no processo de conciliação: (continuação.).
Papel e Resistência. Técnica para estimular advogados a atuarem de forma eficiente na conciliação.
Contornando as dificuldades: descontrole emocional, embriaguez, desrespeito.
Simulação

 

1h/a

 

3h/a

 

TOTAL DE HORAS MÓDULO II

 

 

20 h/a

MÓDULO III

A Mediação
Definição e Conceitualização. Conceito e Filosofia
Mediação Judicial e extrajudicial, prévia e incidental; mediação (acolhida., declaração inicial das partes, planejamento, esclarecimentos dos interesses ocultos e negociação do acordo).

As Escolas ou Modelos de Mediação
Os diferentes modelos e suas ferramentas: Harward ou facilitativo, transformativo, circular – narrativo, avaliativo;
A negociação cooperativa de Harward (posições e interesses, aspectos emocionais que envolvem a negociação, solução ou soluções parciais ou totais).

 

1 h/a

 

3h/a

Mediação e suas técnicas.
Etapas - Pré-mediação e Mediação propriamente dita (acolhida, declaração inicial das partes, planejamento, esclarecimentos dos interesses ocultos e negociação do acordo);
Técnicas ou ferramentas (Comediação, recontextualização identificação das propostas implícitas, formas de perguntas, escuta ativa, produção de opção, acondicionamento das questões e interesses das partes, teste de realidade ou reflexão).

 

 

4 h/a

Áreas de utilização da mediação:
Empresarial, familiar, civil, penal e Justiça Restaurativa.
O envolvimento com outras áreas do conhecimento.

A mediação judicial
 Vinculação ao poder judiciário?
 O gerenciamento do processo e os centros de resolução de disputas;
 A Cultura de Paz (Politica Pública e a necessidade de mudança de mentalidade)
 Código de ética do mediador.
 Interdisciplinaridade da Mediação: Conceitos das diferentes áreas do conhecimento que  sustentam a prática: Psicologia, Sociologia, Antropologia, Direito.

 

2h/a

 

2h/a

Paradigmas: Conceito e Características:
Mudanças Paradigmáticas, Paradigma Mecanicista e Paradigma Sistêmico para identificar as origens e constituição da mediação como metodologia na contemporaneidade.
A Influência em diferentes áreas do conhecimento (Antropologia, Sociologia, Física, Teoria Geral dos Sistemas, Biologia, Cibernética e Teoria da Comunicação).
Implicações dos paradigmas na Mediação e no papel do Mediador. Mudanças   Paradigmáticas Implicações na Mediação. Técnicas de reformulação e escuta ativa para rever e reavaliar os paradigmas familiares e culturais das partes, como busca de alternativas para resolver conflitos. Dinâmica: Como se estruturam os paradigmas culturais, familiares e culturais? Os paradigmas compondo o sistema de crenças das partes e do mediador

Epistemologia e Mediação de Conflitos
Epistemologia - Definição e Conceitualização. Teoria ou Ciência da Origem, Natureza e Limites do Conhecimento. Articulação com a fundamentação das ciências, princípios e abordagens que regem a teoria e a prática da Mediação.

 

 

2h/a

 

 

2h/a

Comunicação Não Violenta - Teoria segundo Marshall Rosemberg

  1. Origem. Comunicação Violenta ou Alienante.
  2. Quatro Componentes da CNV.
  3. Papel crucial da linguagem e do uso das palavras na formação e resolução dos conflitos.

 

4h/a

Aportes da Teoria da Narrativa
Definição. Elementos da Narrativa. A história de vida como narrativa. O conflito como narrativa. Implicações para a visão do Mediado e a função de Mediador. Reconstrução do significado. Diálogos transformadores. Revisão do sistema de crenças, versões do conflito. Reconstrução do significado X possibilidade de revisão e acordos de satisfação mutua. Reconstrução do significado e novas narrativas. A “Narrativa Pessoal do Mediador”: Como cada aluno identifica sua narrativa pessoal como oportunidade e recurso para estruturação de sua ética e neutralidade como mediador.

Aportes da Teoria do Observador - Aportes da teoria do observador à mediação.
Conceito e Sistemas de Referência do Observador. Transdisciplinaridade das Teorias Estudos da Cibernética, Teoria Geral dos Sistemas, biologia e visão construtivista aplicados à mediação. Responsabilidade da observação do mediador. Postura, Limites, Neutralidade & Imparcialidade do mediador. Relevância do aporte para fundamentar neutralidade e imparcialidade do mediador e a visão dos mediados sobre o conflito e legitimidade à “verdade” de cada um.

 

 

2h/a

 

 

2h/a

Ferramentas para a formação do mediador e conciliador na construção do Dialogo:
Técnicas narrativas - Técnicas Narrativas Interrogativas (perguntas). Escuta Ativa. Forma Afirmativa. Escuta Ativa. Forma Interrogativa: Perguntas: Tipos de perguntas – Lineares, circulares, reflexivas, sistêmicas e autoimplicativas.

A estruturação das ferramentas
Forma Afirmativa: resumo, enquadre, reenquadre, reformulação, conotação positiva, postura reflexiva, processos reflexivos para identificar os interesses expressos e implícitos e a análise lógica das propostas para os acordos de mutua satisfação.

 

 

4h/a

Mediação Conceito e modelo;
Cultura de Paz e Métodos de Solução de Conflitos Panorama nacional e internacional; 
Enfoque Normativo: Código penal leis da mediação e apresentação do Projeto Cantareira de Mediação Penal Interdisciplinar.

Interlocução baseada nos temas de da Teoria da Comunicação  e papel do mediador a partir do filme Doze homens e uma sentença, atividade solicitada como Tarefa à Distância

 

3h/a

 

1h/a

Teoria do Sujeito e da Linguagem.
Visão pragmática da linguagem e sua influência na Construção e Solução de Conflitos.
O conhecimento, as relações e os indivíduos constituídos nas práticas discursivas. Verdades socialmente construídas e sua articulação com a estruturação do conflito trazido pelas partes.
Aspectos sociológicos: paradigmas, valores, crenças e preconceitos, na formação do sujeito e da linguagem.
Aspectos psicológicos: identidade, interesses, necessidades. Relacionamentos pessoais, profissionais e sociais, na formação do sujeito e da linguagem.

Ciclo de vida familiar
Visão geral da diferentes etapas vida familiar e sua articulação com a prática da mediação.
Simulação de caso de mediação familiar.

 

2h/a

 

 

2h/a

Mediação Educacional
Colocando em prática os fundamentos conceituais.
Preparação dos alunos que irão atuar como mediadores, como equipe reflexiva e como mediados.

Simulação - Atendimento de caso simulado no âmbito Educacional.

2h/a

 

2h/a

Rede Social na Mediação
Conceitualização e características. Modelo de rede pensado por Sluzki. Prática da Mediação e Redes de Diálogo. Rede Social e diferentes configurações na mediação de conflitos.

 

4h/a

TAREFA À DISTÂNCIA *
(A DESCRIÇÃO DA TEREFA À DISTÂNCIA ENCONTRA-SE ABAIXO DO QUADRO DA GRADE CURRICULAR)

 

4h/a

 TOTAL DE HORAS DO MÖDULO III

48h/a

TOTAL DE HORAS DO MÓDULO  TEÓRICO

80

MÓDULO PRÁTICO

 ESTÁGIO SUPERVISIONADO

60 h/a

CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO

140 h/a

 

© 2017 Instituto THEM. Todos os direitos reservados